agosto 11, 2017

Modelo de Negócio


O Modelo de Negócio é uma ferramenta de estruturação de negócios. Um tema que antecede ao plano de negócio, pois, ele é voltado a mostrar como a empresa converte produto em valor. Um modelo de negócio é facilmente compreensível e dinâmico. Deve-se sempre criar cenários diferentes, fazer ensaios até que se esgote e chegue a um modelo ideal.

Qualquer proposta de negócio que ofereça uma resposta objetiva diante de uma demanda do consumidor é considerada uma proposta de negócio viável. Então, podemos dizer que modelo de negócio é uma interpelação, um questionamento e estratégias utilizadas para responder às demandas.

É a forma como o negócio opera, como a logística funciona e onde se desenvolve conceitos e ações de entrega de valor a seus públicos. Estas estratégias devem ser componentes integrantes de todo o contexto que envolve o funcionamento do negócio. Elas podem ser permanentes, quando o execução de outras atividades dependem dela,  ou podem ser temporárias, quando são utilizadas apenas para atender a uma determinada demanda naquele dia ou evento, ou ainda pode-se utilizar de uma uma combinação de modelos e negócios diferentes para atender seu segmento.

Alex Osterwalder, um dos autores do livro Business Model Generation, define nove ítens indispensáveis  para um modelo de negócio:

  1. ATIVIDADE FIM: São as ações essenciais que devem ser realizadas para a empresa funcionar corretamente. O que você realiza para oferecer aos seu público?
  2. RECURSOS PRINCIPAIS: Principais ativos e recursos intelectuais, físicos ou humanos que uma
    empresa precisa para funcionar. Quais os principais recursos para movimentar o negócio?
  3. ESTRATÉGIA DE PARCERIA: Empresas, organizações e qualquer outro público de interesse que sejam de
    apoio e facilitem o funcionamento da empresa. Quais seus parceiros que agregam valor ao produto ou serviço?
  4. PROPOSIÇÃO DE VALOR: Como sua empresa se diferencia e propicia algo único para o segmento de clientes definido. O que diferencia seu produto ou serviço dos demais concorrentes no mercado?
  5. SEGMENTAÇÃO: É a divisão dos seus clientes de acordo com características, necessidades, atributos ou outros pontos similares. Quem são seus clientes potenciais?
  6. MARKETING E LOGÍSTICA: Forma da empresa entrar em contato com o segmento de clientes escolhido. Normalmente envolve ações de marketing ou de logística. Como o produto é divulgado e como ele chega ao cliente?
  7. RELACIONAMENTO: Forma da empresa interagir com o segmento de clientes escolhido. Como o negócio se relaciona com seu cliente e público alvo?
  8. ESTRUTURA DE CUSTOS: Descreve os custos da empresa decorrentes da operação do modelo de negócio em questão. Qual a composição de seus custos para fazer a engrenagem funcionar?
  9. FONTES DE RECEITA: Descreve as formas como a empresa vai gerar receita dentro da
    estrutura do negócio. Qual produtos ou serviços oferecem receitas e qual estimativa esperada de receitas?

Baseado nos itens do livro Business Model Generation de Alex Osterwalder, vamos esboçar um modelo de negócio de uma empresa de tecnologia da informação e serviços.

 

Para a estrutura de custos, fazer uma projeção de no período, pensando nos custos de matéria-prima, impostos, encargos sociais e enquadramento tributário e fretes.

Para as fontes de receitas, fazer uma projeção de receitas simplificada e para cada fonte de receita, fazer uma estimativa de vendas contabilizando o preço sugerido e o volume esperado de vendas. Você pode conhecer um método muito bom para desenvolver estas planilhas lendo o artigo Demonstrativo de Resultado do Exercício. Voce também pode baixar o Ebook gratuitamente neste link.

Modelos de negócios geralmente são mais subjetivos e abstratos, permitindo assim que você esboce ensaios com possibilidades diferentes antes de formalizar a empresa.

Dica:

O Analista de Modelos de Negócios – 75 exemplos de modelos de negócios para você dominar a técnica e prototipagem  de negócios.

 


The following two tabs change content below.
Analista e Desenvolvedor de sistemas sob demanda. Aplicações ERP (Enterprise Resource Planning) em camadas e conexão via internet. Desenvolvimento de sites e e-commerce. Entusiasta e focado nas boas práticas da administração, escreve artigos na internet e desenvolve trabalhos de consultoria nas área de custos por absorção, plano de negócios, planejamento estratégico, plano de ação, demonstrativo do resultado do exercício, petições de requerimento de patentes, gestão de finanças, pessoas e rotinas administrativas em geral. Firmamos parcerias com empreendedores que desejam alavancar suas vendas e seu negócio através da divulgação e vendas de seus produtos em nosso e-commerce. Também desenvolve trabalhos na área de Marketing Digital, implementando estratégias de marketing mix (produto, preço, praça e promoção) e estuda as principais tendências e seus impactos nas decisões de negócios, utilizando os fundamentos de marketing de forma integrada.

Latest posts by Rogério Teixeira Martins (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *